Skip to content

Perguntas frequentes sobre a proposta Innovamat

Para transformar a educação matemática, é fundamental que as famílias estejam informadas e alinhadas com o que acontece na sala de aula.

Por isso, reunimos algumas das perguntas que as escolas e famílias nos fazem com mais frequência sobre a proposta Innovamat.

Convidamos você a ler as respostas para saber mais sobre nós.

O que é Innovamat?

Material manipulativo InnovamatInnovamat é um projeto que nasceu em 2017 com uma proposta curricular completa para transformar o aprendizado da matemática na sala de aula por meio do ensino por competências. A proposta é construir o conhecimento matemático por meio de materiais manipulativos, da experimentação e das conversas em sala de aula.

Nossa iniciativa surgiu da necessidade que tínhamos, como professores e didatas, de uma proposta que levasse em conta as pesquisas atuais e a experiência dos docentes.

Somos uma equipe de mais de 300 pessoas que trabalha lado a lado para estruturar a proposta e acompanhar as mais de 1800 escolas de todo o mundo que se uniram ao projeto, com treinamento e assessoria personalizada.

Como posso ajudar meu filho ou minha filha em casa?

Primeiro você deve se perguntar de onde vem a necessidade de ajudar. Por isso, antes de mais nada, recomendamos que você fale com a escola. Os docentes têm uma formação didática específica para ajudar você e são os mais indicados para determinar as necessidades acadêmicas dos estudantes em casa.

Além disso, é imprescindível que haja coordenação e coerência entre o que as crianças aprendem na sala de aula e o que trabalhamos e transmitimos em casa. Caso contrário, há o risco de atropelarmos os momento de descoberta e as conversas na sala de aula e acabarmos caindo em mecanismos tradicionais que contradizem o que a criança está aprendendo na escola.

A equipe Innovamat também é composta de pais e mães, e entendemos que às vezes pode ser necessário dar uma mãozinha na prática de certos procedimentos, especialmente quando se trata de automatizar as operações básicas da matemática. Dito isso, é preciso ter o cuidado de só praticar em casa o que já foi descoberto e construído antes na sala de aula.

Dito isso, em nosso site, oferecemos a você:

  • Vídeos com algumas das estratégias de cálculo que os alunos costumam usar. Depois que a criança as tiver descoberto e trabalhado na sala de aula, você pode praticá-las e consolidá-las em casa.
  • Seminários para famílias que realizamos no início do ano letivo, que o ajudarão a entender o projeto Innovamat e como seus filhos aprendem na sala de aula.

Esperamos que esses vídeos sirvam como ponto de partida para começar a ajudar de casa.

Por que na proposta Innovamat as operações não são resolvidas da forma que eu aprendi na escola?

A forma tradicional de representar e resolver por escrito as operações aritméticas, ensinada a muitos de nós, exigia a automatização para chegar ao resultado correto. Porém, em muitos casos, isso fazia com que a criança não entendesse bem o que estava fazendo.

Antes, o objetivo era chegar ao resultado rapidamente. Agora, nosso foco está em encontrar estratégias diferentes e trabalhar com elas para resolver uma mesma operação. Isso permite que quem está aprendendo entenda o que está fazendo a cada momento e que nós possamos respeitar seu ritmo de aprendizagem enquanto ela desenvolve a competência matemática.

Quando tivermos certeza de que ela entendeu a operação, ensinaremos também o algoritmo tradicional, mas sempre por meio da compreensão do que está sendo realizado.

Por que a proposta Innovamat usa telas?

Innovamat aposta pelo uso moderado da tecnologia com fins educativos; com o App Innovamat, as crianças fazem suas práticas de forma sistemática durante alguns minutos por semana.

Essa decisão, consciente e premeditada, teve dois fundamentos como base:

Applet Innovamat

  • As telas são parte da nossa vida, tanto no ambiente de lazer quanto no trabalho. Se escondermos essa realidade da criança, há o risco de que, quando ela finalmente descubra a tecnologia, não disponha das ferramentas necessárias para interagir com ela de forma responsável. Acreditamos que, na escola, as crianças têm a possibilidade de se aproximar mais de uma gestão consciente das telas e se familiarizar com os usos educativos que elas podem ter. Além disso, a maioria dos currículos oficiais enfatiza o desenvolvimento da competência digital.
  • A tecnologia tem um papel fundamental na facilitação da tarefa do docente. O App Innovamat possibilita a personalização do aprendizado com correções em tempo real. Se a criança cometer um erro, o aplicativo oferece ajudas elaboradas mediante princípios didáticos, difíceis de administrar com todo o grupo usando apenas uma folha de papel.

Como se trabalha a matemática com a proposta Innovamat?

É cada vez maior o número de docentes que compartilha a ideia de fomentar as competências de matemática entre os estudantes. Os conteúdos curriculares não são suficientes: entendemos o valor de transmitir também uma maneira de fazer, dos processos que estruturam a atividade matemática e são tão importantes quanto o conteúdo em si, como resolver problemas, raciocinar, argumentar, conectar ideias, comunicá-las e representá-las.
Buscamos, portanto, que os estudantes desenvolvam a competência matemática enquanto descobrem e constroem os conceitos pouco a pouco, por meio da manipulação, para a sua compreensão, consolidação e aplicação. Ou seja, trabalhamos para que os estudantes desenvolvam estratégias duradouras e um espírito crítico matemático.

Por exemplo, dominar o algoritmo tradicional da divisão não implica saber dividir. Qual é o sentido de concentrar todos os esforços nesse tipo de algoritmo? Em vez de começar por eles, podemos abordar a divisão por meio da agrupação ou distribuição de objetos. Depois, orientamos uma conversa na qual compartilhamos estratégias e chegamos a um algoritmo transparente. Quando a criança tiver compreendido o significado de dividir, poderá aprender um algoritmo compacto do tipo tradicional e praticar com ele. Paralelamente, é preciso desenvolver o cálculo estimativo, o cálculo mental, o uso da calculadora e os critérios para escolher o cálculo adequado. Nossa proposta contempla esses detalhes, e vai mais além do cálculo, com ideais fundamentados na pesquisa acadêmica e na nossa experiência como docentes. A chave está em transmitir aos estudantes o que é o fazer matemático. E para isso, se propõe estimular, na sala de aula, um ambiente de resolução de problemas que gire em torno do uso do material manipulativo e das conversas entre iguais, orientadas pelo professor. Dessa forma, são promovidas oportunidades de aprendizagem por meio das quais os estudantes desenvolvam ao mesmo tempo o conteúdo curricular e a competência matemática.

Há alguma prova de que a proposta Innovamat funciona?

A equipe didática Innovamat sempre pensou, projetou e escreveu suas propostas de atividades a partir de uma combinação poderosa: os anos de experiência em pesquisa e docência universitária aliados à prática na sala de aula. Em outras palavras, partimos dos resultados da pesquisa acadêmica e combinamos isso com o que temos experimentado ao longo dos anos nas escolas. Atualmente, a equipe é formada por mais de 40 professores de todos os níveis, da educação infantil ao ensino superior. Lemos, investigamos, discutimos, lecionamos, experimentamos e, definitivamente, aprendemos juntos em um ecossistema privilegiado. É daí que nascem nossos recursos educativos, e é por isso que sempre dizemos que a proposta Innovamat é um projeto de docentes para docentes, baseado na pesquisa acadêmica e no que sabemos que funciona.

Mas isso não é suficiente. Nossa responsabilidade deve ir mais longe: devemos aproveitar a nossa experiência com milhares de docentes que todos os dias levam nossas ideias às salas de aula. De fato, devemos aproveitar essa força para fechar o círculo. A implementação de nossos recursos na sala de aula contribui para a mesma pesquisa acadêmica da qual partimos para criar esses recursos.

Por isso, no ano passado, criamos o Grupo Pirâmide, um projeto de pesquisa próprio vinculado a várias universidades e instituições cujo objetivo é, por um lado, realizar estudos que contribuam para a didática da matemática em geral e, por outro lado, medir especificamente o impacto da proposta Innovamat, para poder melhorá-la.

O que ocorre quando, depois de fazer Innovamat no ensino fundamental, ao estudante não se oferece a proposta Innovamat no ensino médio?

Nossa proposta é curricular e vai da educação infantil até o final da fundamental. Isso significa que trabalhamos com todos os conteúdos exigidos pela lei vigente e que, além disso, obedecemos as orientações metodológicas de cada etapa. Isso nos garante que, se a proposta for implementada corretamente, não haverá nenhum problema na transição de uma etapa à outra.

Entrades recents

Subscriu-te al butlletí

Rep totes les nostres novetats i continguts exclusivament al teu correu.